Norte Energia e FIEPA firmam convênios para fortalecer a pesca e gestão de saneamento no Xingu

Data de Publicação: 03/04/2019 18:00

O diretor presidente da Norte Energia, Paulo Roberto Ribeiro Pinto, e o presidente do Sistema FIEPA, José Conrado Santos, assinaram, na manhã desta quarta-feira (03), em Belém, convênios para o fortalecimento da cadeia do pescado na região da UHE Belo Monte e a capacitação de gestores municipais como suporte à administração dos equipamentos de saneamento construídos pela Empresa.  A ocasião também foi marcada pela assinatura da filiação da Norte Energia ao Centro das Indústrias do Pará (CIP).

Segundo o presidente da Federação das Indústrias do Pará (FIEPA), José Conrado Santos, os novos convênios reforçam a parceria que existe desde 2012 entre a Empresa e a REDES – Inovação e Sustentabilidade Econômica, uma iniciativa da FIEPA. “É com grande satisfação que hoje a gente renova essa parceria, para continuar trabalhando com uma empresa que é não só genuinamente paraense, mas de grande interesse nacional. A gente agradece inclusive toda essa confiança que a empresa deposita no Sistema Indústria, por meio da REDES, do SESI e do SENAI”, destacou.

Um diagnóstico mercadológico local, nacional e internacional será o primeiro passo do convênio voltado ao fortalecimento da cadeia do pescado, que terá como etapa seguinte a capacitação de associações e produtores para prepará-los para as oportunidades apontadas no estudo. Neste trabalho serão trabalhadas duas vertentes – peixes para consumo e para uso ornamental.

Já na área do saneamento, gestores públicos dos municípios da Área de Influência Direta (AID) da Usina Hidrelétrica Belo Monte, que receberam equipamentos de saneamento, serão capacitados para a gestão dos sistemas construídos pela Empresa.

Para o diretor presidente da Norte Energia, Paulo Roberto Ribeiro Pinto, as ações previstas nos convênios representam mais um legado da UHE Belo Monte para a região. “Os dois convênios são de muita importância para nós. Deixamos vários outros legados e esses são mais dois exemplos. Considerando que a Norte Energia é a maior empresa 100% brasileira geradora de energia elétrica, instalada aqui no Estado do Pará, e com capacidade de contratação de mão de obra de forma direta e indireta, ela deve estar inserida no contexto socioeconômico do Estado do Pará, por isso é também importante manter-se alinhada e engajada com a Federação das Indústrias do Estado do Pará”, destacou o executivo.

Além destas ações, o projeto da cadeia do pescado incentivará a participação dos produtores em feiras destinadas ao segmento, a troca de experiências com outras regiões e a participação do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap). “Um dos desafios mais importantes vai ser, junto com a secretaria, começarmos a regulamentar o setor. A regulamentação existente hoje é na gôndola do supermercado, mas a cadeia antes disso não possui”, pontuou Marcel Souza, da REDES/FIEPA.