Norte Energia participa da IV Festa Literária Internacional do Xingu

Data de Publicação: 20/06/2022 09:30

Entre 15 e 18 de junho, a Casa de Memória Transxingu, localizada em Altamira, sudoeste paraense, recebeu a IV Festa Literária Internacional do Xingu – FLIX. Com o tema “A Literatura Infantil e Juvenil: desconstruindo preconceitos e abrindo novos caminhos”, o evento teve atrações culturais, shows artísticos, lançamentos de obras literárias, feiras, exposição e venda de artefatos culturais de povos indígenas da região e reuniu milhares de visitantes.

Durante a abertura oficial, a coordenadora de Relações Institucionais da Norte Energia, Alexandra Silva, destacou o apoio cultural da empresa privada e concessionária da UHE Belo Monte à iniciativa. “É com satisfação que apoiamos mais uma vez, um evento tão importante para o Médio Xingu. Isso demonstra o compromisso que a empresa dispensa ao fortalecimento da cultura e da história dessa região, assim como das pessoas que vivem aqui, onde está instalada a hidrelétrica”, destacou Alexandra.

Para a professora da Universidade Federal do Pará e organizadora da FLIX, Ivonete Coutinho, a oferta de eventos culturais à população de Altamira ainda é um desafio, daí a importância do apoio oferecido por parceiros como a Norte Energia. “É uma diversidade de atividades totalmente gratuitas que reúne a cena cultural da nossa região. É importante destacar que sua realização só foi possível com a parceria e o investimento de empresas com a Norte Energia, que nos apoia em mostrar a literatura, a arte, a gastronomia, a memória e a cultura do Xingu”, destacou Ivonete. O campus Altamira da UFPA é responsável pela organização da FLIX.

Fortalecimento Cultural dos Povos Indígenas do Médio Xingu 

Acompanhada de lideranças indígenas, a equipe da Gerência Socioambiental do Componente Indígena da Norte Energia participou de uma visita guiada à Exposição Cultural dos Povos Indígenas do Rio Iriri, no dia 16 de junho. A exposição, que fez parte da programação da FLIX, contou com mostra de artefatos culturais e vídeos, danças e contação de histórias por indígenas pertencentes aos povos Arara, Xipaya, Kuruaya e Kararaô. A atividade teve o suporte do Programa de Patrimônio Cultural Material e Imaterial, desenvolvido nas aldeias no âmbito do licenciamento ambiental da UHE Belo Monte voltado ao Componente Indígena.

A Norte Energia também disponibilizou espaços para a comercialização de artesanato das aldeias das Terras Indígenas Kararaô, Arara, Cachoeira Seca, Koatinemo, Apyterewa, Araweté do Igarapé Ipixuna, Trincheira Bacajá, Paquiçamba, Arara da Volta Grande do Xingu, Área Indígena Juruna do KM 17 e Associações Citadinas. “Além de fortalecer a cultura literária da região, a FLIX também oportunizou estes espaços para que os visitantes pudessem conhecer um pouco mais sobre a  diversidade cultural  dos Povos Indígenas do Médio Xingu por meios de planejadas a partir do diálogo constante, estruturado e transparente junto aos  indígenas”, observou a gerente Socioambiental do Componente Indígena da Norte Energia, Nina Fassarella.