Nota de Esclarecimento - Reportagem El País publicada em 08/11/2019

Data de Publicação: 08/11/2019 18:00

Com relação às informações veiculadas em reportagem no dia de hoje, a Norte Energia, empreendedora da Usina Hidrelétrica Belo Monte, presta os seguintes esclarecimentos:

 

  • Não há absolutamente nenhum risco ou erro de projeto na UHE Belo Monte, e definitivamente, não há incertezas sobre a segurança das estruturas que compõem a maior hidrelétrica 100% brasileira.

 

  • A Usina Belo Monte é um empreendimento cujas características técnicas cumprem com todas as normas técnicas de projeto e as boas práticas do setor, com atestada qualidade e segurança de estruturas. A configuração do empreendimento, uma usina a fio d’água, respeitou o importante equilíbrio entre o potencial de geração de energia do rio Xingu e a conservação socioambiental da região.

 

  • A hidrelétrica funciona exatamente como foi dimensionada, para atendimento a critérios hidráulicos que, no âmbito do licenciamento ambiental, impõem que o nível do reservatório formado para a geração de energia permaneça constante.

 

  • Como pode ocorrer em todas as usinas hidrelétricas no período de estiagem, a vazão de saída de água (defluente) do reservatório pode ser maior que a vazão de entrada (afluente). Nestas ocasiões do período de estiagem, a vazão do rio Xingu naturalmente é reduzida. Por conta disso, são tomadas medidas operacionais para o restabelecimento da cota do reservatório.

 

  • Ao contrário do que afirma a reportagem, esta manobra de operação do reservatório não traz nenhum risco à segurança das estruturas que compõem o complexo hidrelétrico, bem como às pessoas e ao meio ambiente.

 

  • A Usina Belo Monte é periodicamente fiscalizada pelos órgãos reguladores nos procedimentos relativos à segurança de suas barragens e diques.

 

A Empresa reitera que vem cumprindo rigorosamente os compromissos estabelecidos no âmbito da concessão e do licenciamento ambiental do UHE Belo Monte, aí incluída a segurança de barragens.

 

Vitória do Xingu-PA, 08 de novembro de 2019.