Profissionais de saúde são contratados pela Norte Energia para atendimento na Volta Grande do Xingu

Data de Publicação: 05/05/2021 08:00

Nesta segunda-feira (3), a Norte Energia, concessionária da Usina Hidrelétrica Belo Monte, apresentou 23 novos profissionais de saúde contratados pela empresa para reforçar as ações de saúde nos municípios de Altamira, Senador José Porfírio e Vitória do Xingu, localizados na área de influência da Usina, no sudoeste do Pará. A contratação é mais uma ação do programa Xingu+, proveniente do Termo de Compromisso Ambiental firmado em fevereiro deste ano entre a Norte Energia e o IBAMA, voltado às comunidades localizadas no Trecho de Vazão Reduzida (TVR) da hidrelétrica, na região da Volta Grande do Xingu.

Os agentes de endemias, médico, enfermeiros, técnicos de enfermagem e pilotos de embarcações atuarão no Programa de Ação para Controle da Malária (PACM) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) construídas pela empresa naquela região, reforçando assim a assistência à saúde da população tradicional da área.

A enfermeira Karla Bergamin Dalto é uma das contratadas e atuará no município de Vitória do Xingu, onde já trabalhou em 2020 nas ações do PACM. Para ela, a retomada desta atividade é fundamental para manter baixos os índices da doença na cidade. “Quando começamos a atuar percebemos que os casos foram diminuindo e hoje a cidade já vem há cinco anos com índice zero de malária. O retorno da atividade de agentes de endemias, em parceria com a Norte Energia, é muito importante para continuar este trabalho essencial para a população”, afirma.

A secretária municipal de saúde do município de Senador José Porfírio, Anete Souza, elogiou o projeto Xingu+ e comentou que a iniciativa chega em boa hora. “O município precisava muito desta parceria e digo que a gente só tem a ganhar porque iremos atender toda a população ribeirinha, tão carente, na área da saúde. A Norte Energia vem com esse projeto belíssimo para nos ajudar e somos muito gratos a essa parceria. Tenho certeza de que aquela região vai ter uma melhora significativa na área da saúde”, comentou.

A gerente de projetos do Xingu+, Alessandra Guerra, lembrou que o objetivo da empreendedora de Belo Monte é aprimorar as condições de vida dos moradores, sobretudo as condições de saúde. “A gente espera que, com esse projeto, possamos melhorar a atenção a saúde dos moradores do Trecho de Vazão Reduzida da Volta Grande do Xingu, potencializando os resultados positivos e oferecendo qualidade de vida a população”, declarou Alessandra que também destacou o trabalho feito pela empresa no passado para controle da malária na região. “O programa para controle da malária, por exemplo, conta com ótimos índices. Reduzimos em mais de 90% os casos na região da Volta Grande. É um projeto eficaz”, completou.

Xingu+
O Xingu+ conta com recursos da ordem de R$ 157 milhões, abrange os eixos de biodiversidade, monitoramento, social, saúde, comunicação e saneamento e terá a duração de três anos. Com o objetivo de implementar novas iniciativas para moradores que ficam no Trecho de Vazão Reduzida da Volta Grande do Xingu.