Pesquisa e Desenvolvimento

O Programa de Pesquisa e Desenvolvimento
 

Inovar faz parte da história e cultura da Norte Energia. Foi assim em 2010, quando o desafio era construir aquela que seria uma das maiores hidrelétricas do mundo e a maior hidrelétrica 100% nacional. 

Ao longo de quase uma década de existência, a Norte Energia tornou-se referência no setor elétrico brasileiro e uma das empresas que mais investirá em novas tecnologias. Os projetos de P&D regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), em atendimento à Lei 9.991/2000 e e suas alterações, começam a fazer parte dessa história na busca incessante por resultados inovadores que lhe permitam crescer de modo contínuo e sustentável. 

Investir em ações de pesquisa, desenvolvimento e inovação é estratégia da Norte Energia para gerar mais segurança e eficiência para o negócio e oferecer projetos que contribuam com o setor elétrico e a sociedade. O Programa de P&D da Norte Energia procura uma rede de parcerios como universidades, institutos de pesquisa, consultorias e o setor industrial em busca de um intercâmbio rico de conhecimentos para desenvolver projetos inovadores, contribuindo assim com o desenvolvimento para o crescimento do Brasil, além de apoiar as demandas tecnológicas da companhia, de forma a atender as estratégias organizacionais.

Segundo o alicerce regulatório do setor elétrico, a Norte Energia deve investir 1% de sua Receita Operacional Líquida (ROL) no Programa de P&D. Tal investimento é segregado da seguinte forma:

          - 40% destinado para Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), segundo regulamentos estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL);
          - 40% destinado para o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT);
          - 20% destinado ao Ministério de Minas e Energia (MME).