Plantio de espécies nativas na Área de Preservação Permanente - NorteEnergia

Plantio de espécies nativas na Área de Preservação Permanente

Como medida compensatória para a formação dos reservatórios, ficou estabelecido que o entorno dos trechos inundados deve formar uma faixa de Área de Preservação Permanente (APP) contínua de largura variável, com média de 500 metros. Isso equivale a aproximadamente 26 mil hectares, o que corresponde aproximadamente duas vezes a área de supressão vegetal para a implantação dos reservatórios da UHE Belo Monte. 

Desde 1970, essa área do entorno dos reservatórios passa pelo processo de desmatamento, devido à ocupação por assentamentos rurais, o que resultou na supressão de 60% da floresta nativa da região. Como o processo de reflorestamento contará com mudas de espécies nativas oriundas da própria região, a área que está hoje muito fragmentada será restaurada, com a manutenção e a recuperação da biodiversidade original.